Leo e Rafael

Um dos resultados positivos do III Encontro Norte e Nordeste das Fundações de Apoio- ENNFAIES, que aconteceu em Fortaleza, nos dias 8 e 9 de junho deste ano, foi a apresentação de um modelo mais detalhado para demonstração das Despesas Operacionais Administrativas (DOA). Os coordenadores de projetos da Fundação Sousândrade, Leanderson Marinho e Allysson Rafael Campos (foto), participaram do evento que reuniu colaboradores de 22 fundações, e destacam a formação da DOA como um dos assuntos de interesse da FSADU.

O modelo de cálculo foi compartilhado pela Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos – COPPETEC, de apoio à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A formação da DOA é fundamental para as fundações, que, por não terem fins lucrativos, não podem cobrar taxas administrativas nos projetos, mas, sim, serem ressarcidas de suas despesas. “A COOPTEC demonstra de forma simplificada essas despesas, e o relatório deles foi um dos pontos positivos do III ENNFAIES”, disse Rafael Campos.

O responsável pelo modelo aplicado na COOPTEC, Luís Carlos Souza, disse que desde o encontro está recebendo muitas solicitações das fundações por adaptações às suas realidades e afirma que está disponível para apoiar a quem precisar. “Acredito que um diferencial neste modelo é o nível de detalhamento das despesas. O principal objetivo é o mapeamento. Estamos abertos para compartilhar como fazemos”. Mais informações sobre a COOPTEC em http://www.coppetec.coppe.ufrj.br/site/index.php.

PROGRAMAÇÃO EXTENSA- A programação do III ENNFAIES contou com a palestra de abertura "As ações do CONFIES na busca da melhoria de eficiência das fundações de apoio", ministrada pela professora Suzana Montenegro, vice-presidente do CONFIES. Em seguida, mesa-redonda tratando da Governança e compliance.

Foram formados grupos de discussão com os temas: Relação FA/IFES, Normas para aprovação de recredenciamento pelo GAT, Apresentação do Portal Nossa Ciência. Para encerrar a programação do primeiro dia (08), houve a Mesa-redonda: Autorregulação das Fundações de Apoio.

plateia III ENNFAIES

No dia seguinte, as atividades recomeçaram com grupos de discussão sobre os temas: Formação da DOA (Despesas Operacionais Administrativas), Processos de compras e a nova legislação e Retenções tributárias em serviços contratados. Para encerrar o evento, o chefe da Controladoria Geral da União (CGU) no Ceará, Roberto Medeiros, falou sobre "As Fundações de Apoio e sua relação com as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), na visão da CGU".

“O encontro foi muito proveitoso, com a programação dividida em oficinas e mesas redondas, todas com temas atuais, o que gerou uma grande motivação à discussão e troca de experiências”, analisou o coordenador Leanderson Marinho.

O III ENFAIES foi realizado pela Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento a Pesquisas (ASTEF), Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC) e Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com apoio da Universidade Federal do Ceará - UFC. A primeira edição do ENNFAIES foi em São Luís, em 2015; a segunda, em Belém (PA), em 2016.

Back to Top