A cerimônia de Lançamento da Revista Cientifica e Tecnológica e a Implementação do Portal de Ensino a Distancia da Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA aconteceu no dia 30 de setembro de 2015, em um hotel de São Luís.

Durante o evento a Diretora-presidente da Fundação Sousândrade, Evangelina Noronha, explanou sobre o processo de criação da Revista Científica e Tecnológica, do Portal de Ensino a Distância e sobre os Cursos de Especialização Conducentes ao Mestrado oferecidos em parceria com o Instituto Universitário Atlântico - IUA e as instituições de ensino Portuguesas.

A diretora–presidente falou também sobre a importância deste evento “esse momento é muito importante exatamente relacionando a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal do Maranhão e a relação com o estado do Maranhão, estamos contribuindo para disseminar conteúdo e também para incentivar a produção cientifica, levar o aluno, levar o profissional à pesquisa e à produção”.

Durante a ocasião a diretora-presidente informou que a revista estará tanto no meio digital quanto no impresso, e que sua periodicidade será anual.

O portal abrigará várias áreas de pesquisas e estudos, entre elas podemos destacar a parceria que foi firmada com o Conselho Regional de Medicina do Maranhão. Evangelina explica “o Conselho Nacional de Medicina nos chamou para fazer esta parceria porque o médico no interior está bem distante, não tem como ter acesso a cursos presenciais, então, com este curso, CRM e Fundação Sousândrade pretendem alcançar a ilha de São Luís e todo o estado do Maranhão.”.

Além de artigos e textos informativos, também estarão contidos no portal vídeos-aulas que darão apoio aos estudantes e profissionais.

Bira Pindaré comentou que “é importantíssima à iniciativa da Fundação Sousândrade e estou aqui exatamente para sublinhar isso, sobretudo porque engrandece os espaços para o desenvolvimento científico e tecnológico no estado do Maranhão e isso para nós é fundamental”.

banners.RevistaCientficaeTecnolgicagk-is-128

fotoevento2

fotoevento4

fotoevento7

fotoevento9

O evento contou com a presença de pesquisadores nacionais e internacionais

Foi iniciada, na manhã do dia 25 de agosto de 2015, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão, a VII Jornada Internacional de Políticas Públicas (JOINPP), tendo como objetivo estimular a produção de conhecimento, a formação de recursos humanos e possibilitar a troca de experiências entre instituições e pesquisadores, no âmbito nacional e internacional. Para essa edição, a temática escolhida foi “Para além da crise global: experiências e antecipações concretas”, que colocou em discussão alternativas possíveis para superar a crise que apresenta danos em esfera global.

Como ato inicial, o Grupo Lamparina apresentou, para os presentes, um pouco dos ritmos que compõem a música popular maranhense e que representam a cultura do Estado. Em seguida, a mesa de abertura foi composta pela Diretora-Presidente da Fundação Sousândrade, Profª Ma. Evangelina Noronha; pela Secretária Municipal de Informação e Tecnologia, Tati Lima; pelo presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), Alex Oliveira; pelo Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Maranhão, Ubirajara do Pindaré; pelo Coordenador Geral de Ações Internacionais de Combate à Fome, Milton Rondó; pela Coordenadora do evento, Marly de Jesus Sá Dias; pela Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da UFMA, Valéria de Almada Lima; pelo Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFMA, Fernando Carvalho Silva; e pelo reitor da Universidade Federal do Maranhão, Dr. Natalino Salgado Filho. Na oportunidade, todas as autoridades discursaram a respeito da importância em discutir as questões que envolvem as políticas públicas e a promoção de debates sobre possíveis caminhos para superar a crise global.

A Diretora-Presidente da Fundação Sousândrade, Profª Ma. Evangelina Noronha, parabenizou a coordenação e todos os envolvidos na organização da Jornada, além de destacar que "este é um momento ímpar para que a Academia e demais instituições educacionais analisem e proponham alternativas para melhorar a qualidade de vida da sociedade".

joinpp 2

 

Seminário corresponde a conclusão da segunda etapa do PNEM

Aconteceu no dia 30 de junho de 2015 a abertura do III Seminário Estadual do Programa Nacional de Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM), que corresponde a conclusão da segunda etapa do pacto. O programa tem como objetivos promover a formação continuada dos professores e coordenadores pedagógicos que atuam no ensino médio da rede estadual de ensino; atualizar a prática docente em conformidade com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, além de consolidar a escola como um espaço privilegiado do processo de formação continuada.

O reitor Natalino Salgado presidiu a mesa de abertura, que contou ainda com a coordenadora geral do PNEM, Lindalva Maciel; o coordenador adjunto, Manoel Barros; a secretária estadual de educação, Áurea Prazeres; o assessor da Pró-Reitoria de Ensino, João de Deus Mendes da Silva; Mônica Ribeiro, que coordena as ações nacionais de produção de material para a formação de professores no âmbito do PNEM; e Mirna Araújo, coordenadora de formação continuada de professores da Secretaria de Educação Básica, do Ministério de Educação.

 pnem 1

pnem 2

pnem 3

O Seminário Estadual de Agentes Comunitários de Saúde - ACS e Agentes de Controle de Endemias - ACE, que engloba o tema “Fortalecendo a integração das ações de Atenção Primária e Vigilância em Saúde”, foi realizado pela Secretaria de Estado da Saúde, na última quarta-feira, 15 de julho de 2015, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Maranhão.

O evento faz parte das metas do governo e tem como objetivo fortalecer a integração das categorias com as Políticas de Atenção Primária e Vigilância da Saúde. A solenidade contou com a participação de 6.000 pessoas, sendo 5.000 agentes comunitários de Saúde e 1.000 Agentes Comunitários de Endemias de todo o Estado.

Segundo o Secretário de Estado da Saúde Marcos Pacheco, “os Agentes Comunitários de Saúde são agentes que trabalham com visitas domiciliares, acompanhando crianças, gestantes, hipertensos, diabéticos, pacientes com tuberculose, hanseníase e outras condições clínicas e os Agentes de Controle de Endemias são agentes que também, trabalhando em base territorial, fazem o controle das endemias como dengue, malária, leptospirose, essas viroses, essas doenças que geralmente acomete a população”. Para Pacheco a ideia do Seminário é a de fazer uma integração desse trabalho, quer dizer, “a ideia de que quanto mais eles estiverem integrados maiores serão os resultados do trabalho deles, que é um trabalho essencialmente também educacional”.

De acordo com o Secretário Adjunto da Atenção Primária Dr Arnaldo Muniz, “a importância do lançamento dessa proposta de fortalecimento, além da articulação da integração, trata da injeção de recursos financeiros do governo do estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde”. Para o secretário é importante que esses recursos cheguem mas, também, que sejam atrelados a indicadores de desempenho, “nós queremos reduzir a mortalidade infantil, reduzir a mortalidade materna, reduzir a incidência de hanseníase, reduzir a internação e a mortalidade tanto por do AVC, infarto agudo do miocárdio, como a diabetes, esses são os principais fatores que motivaram a Política de Atenção Primária, de uma forma importantíssima no que diz respeito a esse financiamento” disse Muniz.

Estavam presentes na cerimônia, o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino; o reitor da UFMA, Natalino Salgado Filho; o Secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco; o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; o presidente da Federação Maranhense de Agentes Comunitários de Saúde, Raimundo Nonato Barbosa Lima; o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão; o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Maranhão, Vinícius Araújo; o presidente da Federação Maranhense de Agentes Comunitárias de Saúde, Raimundo Nonato Barbosa Lima e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Controle de Endemias do Estado do Maranhão, Bernardo José Medeiros Carmo.

Esse evento aconteceu por meio do Projeto Fortalecimento e Aperfeiçoamento das Ações e Promoção da Gestão em Saúde e FEME (Farmácia Estadual de Medicamentos), gerenciado por esta Fundação.

Sem ACS 1

Sem ACS 2

Sem ACS 3

Sem ACS 4

Nos últimos dias 02 e 03 de junho de 2015, foi realizado em São Luís, Maranhão, o I Encontro Norte-Nordeste de Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e Pesquisa Científica e Tecnológica (ENNFAIES). O evento foi o primeiro a integrar as duas regiões do país e abordou temas de constantes questionamentos na rotina de trabalho das fundações.

Participaram do encontro os estados do Pará, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Roraima, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, além do Distrito Federal e Maranhão.

A atividade foi coordenada pelas Fundações Josué Montello e Sousândrade com o apoio do Conselho Nacional de Fundações (Confies), representado em São Luís pelo seu diretor, Mauro Fiúza. Segundo ele, o evento cumpriu um importante papel, que foi o de discutir as dificuldades da região e fomentar as discussões que devem ser realizadas em âmbito nacional no encontro geral que acontecerá no final do ano em Brasília. “Tivemos excelentes debates com grande qualidade técnica e essas abordagens, certamente, construirão nos nossos próximos encontros uma agenda mais abrangente e com uma visão ainda mais ampla de todo o Brasil”, ressaltou.

De acordo com a coordenadora geral do ENNFAIES, Jesus Torres, o evento conseguiu integrar as fundações de apoio em busca de soluções comuns para os problemas enfrentados por todas e ainda contou com a participação de outras instituições que estão fora do eixo norte-nordeste, mas que, como coirmãs, contribuíram ricamente na busca desse entendimento, inclusive fornecendo experiências já exitosas. “Fundações de estados como Pernambuco (FADE) e Espírito Santo (FEST) disponibilizarão seu expertise em áreas de temas abordados em prol da padronização de procedimentos que foi o tema principal do encontro. Essa é uma construção importantíssima de parceria deixada pelo evento”, destaca Torres.

Durante os dois dias do evento foram abordados quatro temas: Bolsas; E-Social; Interpretação Técnica Geral (ITG); e o novo Decreto de Compras. Todos com grande participação nas discussões e que até ultrapassaram o espaço definido para as atividades. No final do debate sobre o Decreto de Compras, por exemplo, a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco (FADE) disponibilizou um canal virtual onde os participantes de outras fundações poderão tirar mais dúvidas sobre o tema.

Para a superintendente da Fundação Sousândrade, Luciana Rocha, o Encontro foi inovador e trouxe para debate os temas mais polemizados na execução de Projetos. “A troca de experiências entre as diversas Fundações unifica cada vez mais os procedimentos e, seguindo a mesma linha de trabalho estaremos fortalecendo as Fundações de Apoio diante da sociedade. Além disso, os laços de amizade ali iniciados promovem a contribuição entre as diversas Fundações fazendo com que uma fique a disposição da outra para troca de experiências, não limitando apenas ao momento do Encontro”, afirmou Rocha.

Momentos – A abertura do I ENNFAIES aconteceu na noite do dia 02 e contou com a presença do diretor-presidente da Fundação Josué Montello, Nan Souza; da superintendente da Fundação Sousândrade, Luciana Rocha Cordeiro; da diretora do Centro de Ciências da Saúde e reitora eleita da Universidade Federal do Maranhão (representando o atual reitor), Nair Portela; e o diretor do Conselho Nacional de Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior (Confies), Mauro Santos Fiúza. Nos discursos observou-se a necessidade de maior integração entre as fundações, universidades e sociedade para um fortalecimento e reconhecimento ainda maior do trabalho realizado.

A abertura foi abrilhantada ainda pela apresentação do grupo folclórico Boi de Morros, uma das principais agremiações de bumba-meu-boi do Maranhão que trouxe seu brilho, ritmo e sonoridade à festa.

No último dia do evento, o estado do Pará foi escolhido para sediar o II Encontro Norte-Nordeste de Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e Pesquisa Científica e Tecnológica (ENNFAIES), em 2016.

Pós-evento – A partir de todas as discussões realizadas nos dois dias de atividade, um documento final do evento será encaminhado ao Confies sugerindo a adoção de diversas medidas a serem tomadas no tratamento dos temas de forma uniformizada, pelas fundações de apoio em todo o Brasil.

ENNFAIES1

 

ENNFAIES2

ENNFAIES3

encF1

encF2

encF5

encF3

encF4

Pagina 24 de 29

Back to Top