profa e reitora Nair com menção honrosa reduzida

A Fundação Sousândrade (FSADU) recebeu, dia 1º de novembro, Menção Honrosa do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), pelos 40 anos do Centro. O evento “Formando Gerações e Produzindo Ciência com Competência” homenageou professores, técnicos administrativos, coordenações, laboratórios, setores técnico-administrativos e instituições parceiras. A diretora- presidente da FSADU, Evangelina Noronha, recebeu a homenagem pelas mãos da reitora da UFMA, Nair Portela.

Criado com o nome de Centro Tecnológico (CT), o atual CCET iniciou suas atividades com apenas dois cursos: Química Industrial, do então Instituto de Ciências Físicas e Naturais, e Engenharia Elétrica. As homenagens que remetem à origem do CCET foram representadas pelo homenageado de honra, o professor João Pereira Martins Neto, considerado o “pai do CT”, que foi responsável pela implementação do Centro Tecnológico.

Atualmente, o CCET possui dez depósitos de patentes e duas concedidas, sendo estas dos projetos “Climatizador para Veículos Automotrizes e também para qualquer tipo de ambiente” e “Captação de Energia Eólica por meio de conchas montadas modularmente em torre metálica”. Para receber a homenagem de patentes, foi convidado o inventor das duas patentes e docente do Departamento de Física, Cândido Justino de Melo Neto.

Na ocasião, o atual diretor do CCET, Ridvan Nunes, destacou: “Sou ex-egresso das primeiras gerações do CCET, e é uma emoção estar aqui fazendo parte desta história. Tentamos estabelecer uma linha do tempo, desde os primeiros diretores, alunos, professores e funcionários nesses 40 anos. É importante ver que estão todos aqui”, disse.

mesa

A reitora Nair Portela parabenizou o Centro e a importância das quatro décadas de atividades e pesquisas. “São 40 anos de trabalho realizado. Comemorar essa trajetória da instituição é um momento de consagramento. O CCET construiu uma história com cursos de relevância e uma vasta produção cientifica, e temos que comemorar esses 40 anos de vitória e contribuição do Centro e da UFMA”, destacou.

*Com informações do Portal UFMA

certificasdo

“Maravilhosa!”. Foi assim que a coordenadora de Projetos Integrados do Cintra- Centro Integrado do Rio Anil, Dinamara Mesquita, definiu a parceria com a Fundação Sousândrade na conclusão das primeiras oficinas profissionalizantes oferecidas pelo Cintra e administradas pela Fundação. Foram cinco oficinas realizadas: Artes, Teatro, Estética, Música e Padaria. As aulas encerraram no prazo determinado pela Fundação, na quinta, 26.10, e com todas as etapas cumpridas, o que gerou a satisfação da coordenadora. “Antes de a Fundação assumir a gestão, os alunos iniciavam as aulas sem terem recebido o material. Tiravam cópias da única apostila do professor. Desta vez, eles receberam tudo antes e dentro de uma bolsa específica para a oficina. Além disso, os instrutores também receberam seus pagamentos em dia, o que nos deu tranquilidade para planejar novas ações. Os serviços da Fundação foram de excelência”, disse a coordenadora. 

dança cintra

 

padaria

Três oficinas estão programadas para iniciar nos próximos dias. Na segunda, 30.10, haverá mais uma de Padaria, e no dia 10 de novembro, oficinas para Cuidadores de idosos e Dança. As aulas são gratuitas. Informações no Cintra. Telefone: 3245-3022. 

 

Cerca de 30 pessoas, entre empregadas da Fundação Sousândrade (FSADU), familiares e amigas, aderiram à campanha do Outubro Rosa da Fundação e doaram, no mínimo 10 centímetros de seus cabelos para produção de perucas que serão utilizadas por pacientes do Hospital Aldenora Bello, pioneiro no tratamento de câncer no Maranhão. Atualmente, 40 pacientes que fazem tratamento de radio e quimioterapia aguardam, na fila, a confecção de perucas.

capa

 

A ação foi realizada no dia 24.10, tendo à frente a Superintendente Luciana Cordeiro, a primeira a realizar seu corte. A campanha começou tímida, mas rapidamente a equipe da FSADU aderiu ao projeto da Fundação Antonio Dino colaborando, dessa forma, para a elevação da autoestima das pacientes que passam pelo tratamento.

 

Clique na imagem abaixo para assistir ao VÍDEO dos melhores momentos:

capa video

 A coordenadora da Casa de Apoio e da ala de Pediatria do Hospital Aldenora Bello, Alice Dino, acompanhou a ação no salão Beauty Club localizado no Monumental Shopping, outro parceiro importante da nossa campanha, e disse que ações como essas são muito importantes, pois são necessárias muitas mechas, onze metros de cabelo, para confecção de uma só peruca. Este ano, Alice Dino proporcionou para voluntárias da Casa de Apoio um curso de confecção de perucas na Rede Feminina de Combate ao Câncer, em Brasília, para realizar a produção local. “Vamos entregar em novembro as dez primeiras perucas confeccionadas pelas voluntárias, e já temos outras dezenas na fila. Precisamos de doações e também de voluntárias que desejem aprender a confeccionar”, disse ela. 

Entre as doadoras da campanha da FSADU, Mariana Luísa da Silva Pinheiro, 7 anos, chamou a atenção de todos do salão. Ela foi acompanhada pelo pai, Cesar Roberto que relatou ter partido dela o interesse em doar assim que soube da campanha. “Eu vou doar porque vai ajudar outras crianças”, disse Mariana.

02

Outra que estava ansiosa para doar foi Juliana Ribeiro, 5 anos. “Eu só estou preocupada de o meu pai não gostar do resultado, porque ele gosta do meu cabelo grande”, disse a menina, referindo-se ao pai Helton da Silva, que trabalha na Fundação. Mas tanto o pai quanto a mãe, Célia Ribeiro, que trabalha na FSADU e também doou suas mechas, disseram estar orgulhosos da filha. “Eu fiquei duplamente orgulhoso, com minha esposa e minha filha (foto abaixo) fazendo essa boa ação”, disse Helton.

03

Outras oito crianças também doaram suas mechas. “As crianças foram mais desapegadas do que os adultos, nem precisaram de muito convencimento para doar, simplesmente aceitaram pelo fato de poder fazer outra criança sorrir”, observou Luciana Cordeiro ao lado da filha Maria Beatriz de 12 anos, que também aguardava sua vez para doar as mechas. Vale registrar a determinação de Ana Clara Regalado (9 anos) e Licia Fiode (8 anos) que, mesmo após um possível impedimento na doação, foram firmes na decisão e doaram. “Mas no final, o engajamento da equipe da Fundação foi surpreendente e positivo”, completou.

04
Luciana Cordeiro ressaltou outro ponto positivo, que foi a integração entre as doadoras. “A tarde de cortes serviu, também, para confraternizarmos. Momentos agradáveis de conversas, brincadeiras, apoiar uma a outra na hora de cortar o cabelo, elogios mútuos com o novo visual. Tudo isso serviu para mostrar que juntas podemos muito!”. Como reconhecimento, a Fundação presenteou a cada uma com certificado de amor ao próximo.

Vale um destaque especial para os cabeleireiros Guido Freitas, Jô e D´Fábius, respectivamente na foto abaixo com Alice Dino e Luciana Cordeiro. Eles disseram que gostam de realizar ações sociais de igrejas, por exemplo, mas que foi a primeira vez que participaram de uma ação social em parceria com uma empresa. “Isso não cansa a gente, é uma satisfação usar nosso ofício pelo bem do próximo”, disse Guido.

06

Clique AQUI para ver o vídeo com os momentos da ação

 

 

 

mesa completa2

“Muito do que avançamos no Iema devemos também ao apoio da Fundação Sousândrade, pois com a Fundação conseguimos materializar nossos projetos”, disse o reitor do Iema- Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Jonathan Almada, na aula inaugural, dia 21, do curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica, organizado pela Fundação Sousândrade (FSADU), direcionado aos professores e gestores do Iema.

Jonathan e turma reduzida
A aula contou com a presença da diretora-presidente da FSADU, Evangelina Noronha, da coordenadora do curso, Lélia Moraes (de vermelho), e do pró-reitor de Ensino do Iema, Elinaldo Silva. A presidente ressaltou que este é o terceiro curso de especialização, com conteúdo organizado pela Fundação Sousândrade, em parceria com instituições. “Isso é motivo de grande alegria para nós”, disse ela.

Sobre este curso de Educação Profissional e Tecnológica, a presidente lembrou que nasceu da ideia do reitor Jonathan Almada há um ano, na reunião de conselho curador da Fundação Sousândrade, do qual o reitor é conselheiro. “O melhor da parceria com o Iema é que o Jonathan não é só de ter ideias, é de realizá-las”, destacou, contextualizando, em seguida, com um pensamento do educador Paulo Freire: “A educação é como uma sementinha que necessita ser molhada para florescer. É uma alegria ver aqui educadores buscando aprimoramento”.

O pró-reitor de Ensino do Iema, Elinaldo Silva, falou sobre o plano de ação do Instituto que, segundo ele, tem como uma das premissas a formação continuada tanto em serviço nas unidades, ou como por parcerias com outras instituições. “O curso tem por objetivo aprofundar a educação técnica profissional que ainda é muito tímida no Maranhão. Essa é uma experiência inovadora que pretende enfatizar esses debates que, consequentemente, vão chegar às unidades. A pós-graduação é semipresencial e nós teremos aulas aos sábados, definidos pelo calendário da Ufma, e por meio da plataforma da Fundação Sousândrade na hora que os professores tiverem disponibilidade”, disse o pró-reitor.

Conferência IFMA - Um dos momentos altos da aula inaugural foi a conferência da professora doutora do IFMA- Instituto Federal da Educação, Ciência e Tecnologia, Eliane Pedrosa (foto abaixo), com mediação do pró-reitor Elizando Silva. Ela falou sobre “A formação profissional e tecnológica e o trabalho como princípio educativo”. Prendendo a atenção da plateia, lançou a seguinte reflexão para os educadores, ela descreveu as dimensões na formação humana: política, social, econômica, afetiva e científica e lançou a reflexão para os educadores: “Qual é o papel que assumimos ao ter o trabalho como princípio educativo?”, dizendo ser uma opção política e ética. “A formação precisa ser integral. Nosso desafio é oferecer formação técnica sem esquecer a dimensão humana”.

profa eliane
Sobre o curso- A coordenadora do curso é a professora doutora em Educação da Universidade Federal do Maranhão, Lélia Moraes, que, de acordo com Evangelina Noronha, elaborou o projeto “criteriosamente e inteligentemente”. Lélia explicou aos alunos a organização curricular e a dinâmica do curso. Será realizado na modalidade de ensino a distância, destinado aos professores que atuam nas unidades plenas do Iema, com carga horária total de 420 horas, em um tempo máximo de 16 meses.
“É voltado especialmente para o público que atua nas unidades plenas do Iema e focado na perspectiva de trabalhar o currículo integrado”, destacou a coordenadora. Tendo em vista a educação continuada, o curso foi pensado com momentos presenciais – a cada abertura de disciplina ou sala ambiente -, mas também a distância.

5b09b1ee-40d6-42b9-bbd6-413957118fe2

Alunos do curso de teatro do PASS- Programa de Atenção Social Sousândrade- fizeram apresentação para crianças na comunidade Laranjeira, no município de Santo Amaro, em homenagem ao Dia das Crianças. 

Cerca de 300 crianças assistiram ao espetáculo “Contando Histórias”, produzido especialmente para elas. 

O coordenador do Programa, Professor Fernando Ramos, considerou excelente a primeira apresentação fora de São Luís dos alunos do curso de teatro. 

Sob a direção de Josué da Luz, eles encenaram histórias tradicionais, como Cinderela, além de outras produzidas pelo grupo.

A secretária adjunta da Saúde de Santo Amaro, Glacimar Fagundes, foi a intermediária da ação junto à Fundação Sousândrade, e disse ter sido a primeira vez que as crianças assistiram a uma peça de teatro. “Não temos palavras para agradecer à Fundação Sousândrade. As crianças ficaram encantadas. Nunca tinham assistido a uma peça teatral. Espero que tenhamos outras oportunidades”, disse a secretária.

 

3c77cfcc-a0a3-4449-80b1-52ca7ed7b585

5b5d9e72-0446-4e3c-a40a-4f93b690c43a

9a4bd12e-f21f-41eb-a726-1688ed846165

104e6873-a2a4-405c-90fd-2d0855d28c47

8500f5d4-e5a4-4496-b1a0-c5bf9a1618d8

ade6e72d-93a5-43e1-b615-1f7cc3cab242

cd9091c7-1236-41c4-8dc4-094dd1ef8d4a

d5558a03-178d-4ca8-9c13-dfcf56f9bd29

f9f11c1a-ef7a-4dc9-9c0b-430556149566

 

Pagina 2 de 32

Back to Top